sexta-feira, 1 de agosto de 2008

o verdadeiro amor II

Merecer uma rosa é amar, sobretudo, os seus espinhos.
.

52 comentários:

xunana disse...

Para a poder apreciar em plenitude...

Beijão e até ao meu regresso

Su disse...

antes de dizer seja o q for......vou ripar esta foto pq gosto....de espinhos e tudo......

jocas maradas de sons

Rocket disse...

xunaninha

a xunaninha vai pra xina! : )

dep falamos

bjos

Rocket disse...

su

sobretudo dos espinhos, pelo que entendi...

jmas

Zabour disse...

"O principezinho foi ver as rosas outra vez:
- Vocês não são nada parecidas com a minha rosa! Vocês ainda não são nada - disse-lhes ele. - Ninguém vos cativou e vocês não cativaram ninguém. São como a minha raposa era, uma raposa perfeitamente igual a outras cem mil raposas. Mas eu tornei-a minha amiga e ela passou a ser a única no mundo.
E as rosas ficaram bastante arreliadas.
-Vocês são bonitas, mas vazias - insistiu o principezinho. - Não se pode morrer por vocês. Claro que, para um transeunte qualquer, a minha rosa é igual a vocês. Mas, sozinha, é muito mais importante do que vocês todas juntas, porque foi ela que eu reguei. Porque foi ela que eu pus debaixo de uma redoma. Porque foi ela que eu abriguei com o biombo. Porque foi ela que eu matei as lagartas (menos duas ou três, por causa das borboletas). Porque foi a ela que eu ouvi queixar-se, gabar-se e até, às vezes, calar-se. Porque ela é a minha rosa."

Bjs e bom fim de semana

P.S. Eu tb nasci em África, em Angola.Mas vim de lá ainda dentro dos cueiros, com 20 meses.

Rocket disse...

zabour

o principezinho é uma coisaaa...

mas o st exupery n escreveu os espinhos...

bjos e bfds

ps.moçambique

DALAPA disse...

Relação dificil, essa.....

xi

Rocket disse...

dalapa

ah pois... é segundo emprego, mesmo...hum...no meu caso, quarto ou quinto... : )...


abração

Coragem disse...

Mas quando postaste o verdadeiro amor I??, opá sou uma despassarada :)

Eu não diria amar os espinhos, diria respeita-los, aprender a conviver com eles, saber tocar-lhes sem nos ferir-mos, eles existem e uma coisa é certa que piada tinha a rosa sem os seus espinhos?
sei que já existem algumas alteradas geneticamente, mas eu na sou dada a modernices .))))

Portanto, adoro rosas com os seus espinhos e tudo e tudo :))))

Beijo miudo

Mlee disse...

Manooooooo,
Nunca gostei de perfeições ... os espinhos são bons de amar com tudo o resto ... pétalas, cores, talos, folhas ...
Vistas bem as coisas, uma rosa sem espinhos ... é imperfeita, manca ...
beijinhos cheios de sol :)
PS: O Tournier está a dar-me a volta à tola :)

Tá-se bem! disse...

Tu andas a ler o principezinho... :| seu coração de manteiga! ehehehehehe

para amar os espinhos é necessário uma grande dose de paciência e dedicação :S

Abração :)

jasmimdomeuquintal disse...

Gosto da frase... e dos espinhos.
bjocas.
PS: o teu bolo fez um furor na festa medieval que fui (não leves a mal mas batizei-o de bolo do Rei Artur. Também tive que batizar o vulgar bacalhau espiritula como bacalhau às Brumas de Avalon).
Até amanhã

vita disse...

Querido dá-me só as rosas..;)

Os espinhos podes distribuir por aqueles ressabiados que andam por ai..loool

Beijoooo ternura

Rocket disse...

coragem

lá mais pró fundo... e é surpreendente...se a leres percebes o que é o verdadeiro amor.
continuo a defender esta...sobretudo os espinhos.

bêjos môça

Rocket disse...

mlee

estás a gostar do tournier?

pétalas?
então e eu? sou só espinhos... : )

bjinhos maninha

Rocket disse...

tá-se bem!
já não leio o principezinho desde que o meu coração deixou de ser de manteiga...

para amar os espinhos, primeiro que tudo, é necessário admirá-los. dizer: aqui estão uns espinhos como nunca vi...
depois segue-se um processo ao fim do qual um espinho adquire uma beleza muito especial...superior à de qualquer pétala.


abração

Rocket disse...

jasmimdomeuquintal

tu tens bom gosto...mas, bolo à rei artur? caramba...ainda bem que a criatura tem um fundamento histórico duvidoso...
mas também a idade média foi tão má...

mas gostaram? e tu?

beijinhos

Rocket disse...

vitinha

por esse ressabiado eu distribuo é outra coisa... é como te digo...tenho pena que isto seja nestas janelinhas.

pensam que podem chegar a um blog e começarem a insultar mulheres a coberto da distância...

bjinhos sem espinhos

vita disse...

Eles pensam que podem tudo ternura.
Mas não te chateis com isso que eu ignoro..;)

Beijossss floridos

Babyvelvet disse...

Nem mais, ou como disse Sto. Agostinho " A medida do amor é amar sem medida"
Beijinhos

pinguim disse...

Mas olha que há quem mereça...

Sorrisos em Alta disse...

Oh, amigo, se fosse para gostar de espinhos, embrulhava-me com uma porca-espinha.
Assim, que seja uma porcazinha. Mas sem espinhos!
,o)

abraço

Rocket disse...

vita

e aborreço-me. sobretudo porque aquela forma de encarar as coisas, pobre e castrante, está a impedir o desenvolvimento disto tudo... e é claro que acho indesculpável ser mal educado para uma mulher. pode -se manter um discurso carregado de vernáculo e contudo ser um modelo de boa educação, como tu. ter boa educação não significa usar os termos da cartilha, só.
é uma exibição de gentileza, cortesia e tacto. e tu, nisso és das melhores pessoas que conheço por aqui, apesar da aparente crueza dos assuntos que abordas.

beijinhos nessa querida testa

Rocket disse...

babyvevelt

sem dúvida, mas eu olho para o amor como uma descarga química contínua de drogas sintetizadas no nosso corpo, após estímulo apropridado.

trato aqui do amor racional, o mais raro. quem o consegue também o é.

bjinhos babys

Rocket disse...

pinguim

quem gostar das chamas... que é o que cada um o é...
essa de amar outrém pela sua imagem era algo que devia ser limpo nas primeiras bases educativas...

nem amar esta sociedade sabe...

enfim

abraço

Rocket disse...

sorrisos

um faquir não ia achar garça ao que escreveste...

...mas eu acho! lOL

abração

mundo azul disse...

...é verdade! O pior é que sonhamos a rosa, sempre sem espinhos...

Beijos de luz!!!

Mlee disse...

Estou a gostar mutíssimo do Tournier e tu não és só espinhos :) u know me ... always look at the bright side of life :) jiiiiiinhooossssss

Gi disse...

Há aqui umas roxas roxas de frio ou azuis de raiva ... serão mal amadas?


Ps: Avisa-me quando me responderes, que eu não estou para servir de Almeida lá no meu blogue ;)

Kikas disse...

Convém é que a dose de espinhos seja proporcional à dose de pétalas :-))

Não é que seja muito o meu caso :-))

Rocket disse...

mundo azul

é urgente a reconversão do conceito de amor... recomendo-te a leitura de:



http://rocket-slavetotherhythm.blogspot.com/2008/02/o-verdadeiro-amor.html



bjinhos

Rocket disse...

mlee

que bom gostares de algo em que não pego há 20 anos... também tenho panca de carregar pessoas, tenham o peso que tiverem...

amo os meus espinhos, sis...

beijo

Rocket disse...

gi

é natural que existam rosas mal amadas...muitas vezes ama-se, mesmo com muito amor, o que elas sentem que não são...


bGinhos

Rocket disse...

kikinhas

e qual é o teu caso? : )))

bjinhos cavalinhos

Safira disse...

São as imperfecções que tornam as pessoas únicas. O pior é quando a pétala descora e o espinho se intensifica... por isso é que as roseiras são podadas volta e meia.

Credo, ando tão brutinha... ;)
Beijinhos e bom domingo

Rocket disse...

sapphire

eu não tenho problemas desses. sou um espinheiro... : )

bjinhos miaus

Sorrisos em Alta disse...

Mas um faquir também tem um conceito diferente do nosso de "estar com ele entalado"!
hehehhe

Abração

Laura disse...

Que foto linda e forte!
Parece-me muito melhor do que a pieguice das fotos de rosas, e ainda por cima, é verdade.
Agradeço teres-me lembrado disso, estava a precisar.
Beijos sem espinhos

Rocket disse...

sorrisos

não sabem o que é bom, lá deitados nos pregos, se soubessem o bom que é martelar...

abração

Rocket disse...

laura

então querida? nem pensar em te ver triste!

os meus beijos são sempre com espinhos, top model: barba de 3 dias...

Kikas disse...

Mais espinhos que rosas :-(

blueminerva disse...

Absolutamente de acordo... só estamos prontos para amar quando aprendemos a tolerar as diferenças.
Beijocas bebé

Rocket disse...

kikinhas

apenas quer dizer que és especial...poucas plantas tiveram a dimensão bíblica de uma sarça ardente...

não és para todos, baby...

bjinhos cavalinhos

Rocket disse...

blueminerva

tolerar e apreciar aquilo que para os outros não é o...melhor.

beijos, sereia minha

Kikas disse...

Bem, não faço ideia do que seja uma sarça ardente (ainda não estou perto desse nível de sabedoria) mas que não sou para todos, lá nisso tens razão!
Mas às vezes ser especial cansa, sabes...

Rocket disse...

kikinhas

Sarça ardente
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
A Sarça ("Seneh" em hebraico, origem do topônimo "Sinai") é uma planta espinhosa da família das fabáceas, gênero Acácia, o mesmo das árvores conhecidas genericamente no Brasil pelo vernáculo "Jurema" . Esta árvore, também conhecida pelo nome de "Shittim", é citada na Bíblia várias vezes. Mais especificamente chama-se de "ardente" a Sarça quando parasitada pela planta Loranthus acaciae, cujos frutos e inflorescências avermelhados dão, de longe, a impressão de chamas sobre a Sarça.
[editar]Bíblia

A Sarça Ardente, a Acácia "seneh" que ateada de fogo não se consumia, ou seja, não se queimava, segundo consta na Bíblia , aparece no capítulo 3 do livro de Êxodo nos versículos de dois a quatro na qual estava Moisés apascentando o rebanho e os levou para trás do deserto, e chegou a Horebe, o monte de Deus:
"E apareceu-lhe o anjo do Senhor em uma chama de fogo do meio duma sarça. Moisés olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia; pelo que disse: Agora me virarei para lá e verei esta maravilha, e por que a sarça não se queima. E vendo o Senhor que ele se virara para ver, chamou-o do meio da sarça, e disse: Moisés, Moisés! Respondeu ele: Eis-me aqui".
Deus apareceu no meio da sarça e apartir daí Deus orientou Moisés de como tirar o povo de Israel da escravidão de Faraó no Egito.
Foi em virtude deste acontecimento misterioso que Moisés passou a referir-se ao Senhor Deus, "Ehyeh" (hebraico: אֶהְיֶה ) ou "Ehyeh-Asher-Ehyeh" (hebr: אהיה אשר אהיה "- conforme em Êxodo 3:14)como o que habita na sarça o que fez pela primeira vez durante a benção das tribos de Israel (Deuteronômio 33:16). (ver: Nomes de Deus no judaísmo )
Muitos estudiosos atribuem a este episódio o fato de os Hebreus terem especial apreço pela árvore da Acácia, sendo que todo o mobiliário sagrado do Tabernáculo e , inclusive, a própria Arca da Aliança (que representava a presença de Deus na terra) teve como matéria-prima principal a madeira da sarça (Acacia nilotica, "Shittim")a qual foi indicada a Moisés nas revelações divinas.

quando tiveres dúvidas: tio google!

bjinhos cavalinhos

Kikas disse...

Não me lembrei dessa ferramenta ;-))

Rocket disse...

kikinhas

bjinhos cavalinhos

lilipat2008 disse...

É msm verdade...que lindo post, tão simples e tão profundo...:)

bjitos

Rocket disse...

lilipat2008

é bom quando alguém se toca...

bjinhos

Pearl disse...

Os meus espinhos picam e por vezes até a mim mesma...mas assumo os meus espinhos sem sombra de duvida!

beijo

(super acertado)

Rocket disse...

eu não tenho espinhos

é mesmo uma vedação de arame farpado electrificada, com terreno minado a acabar em fosso com crocodilos...

beijo no ponto