domingo, 15 de junho de 2008

a sensible fellow // charles bukowski

34 comentários:

Helluah disse...

Dude, I am concern about ur mental health... is there anything you want to talk about?

alfabeta disse...

Toma uma aspirina que isso passa :)

Rocket disse...

helluah

eis um gaijo que escrevia bem como o carailho...na verdde postei isto a pensar no teu comentário...faz uma busca e maravilha-te...

Rocket disse...

alfabeta

tb...o bukowski é gigante...

bjuka

Su disse...

sem duvidas...ele escreve melhor que tu...........:)


eheheheheh

ok bebia em demasia e alucinava

but....

jocas maradas

LeniB disse...

bukowski: brilliant mind...
cat: clever mind...
fart: never mind...
do you mind?

Rocket disse...

su

ena...uma comparação com um gigante...uau... : )

jocas maradérrimas

Rocket disse...

lenib

b my guest... take the lead if you please...

nothing like a cat to be a gentleman...

Mlee disse...

Conheço-o mal. Tenho "As mulheres" ali na estante em lista de espera ... a minha gata ressona ...

Tá-se bem! disse...

when my cat fart
I could care less..???

As coisas que eu aprendo contigo!!
ahaha

Abraço e boa semana :)

vita disse...

Desculpem, enganei-me no blogue? fala-se estrangeiro aqui?
Eu não entendo nadinha.;)
Beijos mauzão

Rocket disse...

mlee

deves ter é a mulher de um húngaro...não acredito em estantes tão resistentes...

bjukas maninha

Rocket disse...

tá-se bem
LLOLLL

bom trocadalho...


boa semana

Rocket disse...

vitinha


temos que te dar um curso de línguas...faladas...
assim perdes tanta coisa...

poderia traduzir isto mas o sublime está em ser em inglês, numa folha a4 que tive pena que não coubesse a com o ar displiscente...

ma tu sabes...

bjinhos vitinhos

LeniB disse...

nunca gostei tanto de gatos como agora...
I wonder why...

Rocket disse...

lenib

são o máximo..thats why..

plexu disse...

Hummm, adoro Beat Generation

Carla disse...

Conheço pouco, apenas alguns poemas e "Mulheres", confesso que de alguma forma me fascina como é que um mundo tão desorganizado e desordenado do protagonista permite uma obra tão harmoniosa e bela...
pelo que conheço da vida de bukpwski a sua obra reflecte de alguma forma o "desalinho" da sua vida, talvez por isso seja tão real, intensa e sem floreados
beijos de boa semana

Rocket disse...

plexu

the beat generaaaation...the beat generaaaation...

era só estilo! aliás, fiaca atento que o bukowski escreveu sobre isso... e eu...

Rocket disse...

carla

para mim, desde que asisti ao nascimento do ser humano para mim mais precioso, tudo se torna claro em relação ao caos como gerador de maravilhas...

bjinhos

Safira disse...

Não tenho muito respeito por um gato que ature flatulências... os meus reclamam logo se, por exemplo, pinto as unhas perto deles. Torcem logo o narizito.

Quem sabe se o gato do bulowski não tinha olfacto e era declaradamente surdo?

jasmimdomeuquintal disse...

gostei, sobretudo do diálogo dos comentários - o must!
Fizeram-me rir...

Rocket disse...

safira

qualquer gato, mesmo desprovido de olfacto e declaradamente surdo é digno de respeito...

bjinhos miaus

Rocket disse...

jasmimdomeuquintal

é um pequeno texto sobre a essência da elegância... por vezes a escatologia torna-se instrumento para fazer sobressair o sublime...s. dali usava muito isso na escrita pela qual é pouco conhecido...

bjinhos

Afrika disse...

Interessante!
Tenho dito que ando curta e grossa e sem tempo...

Rocket disse...

afrika

aqui, curto, só mesmo o bukowski... e mesmo assim precisou de uma folha a4...

quanto ao grosso...bem...os melhores perfumes possuem ingredientes, como o almíscar, dos quais não se consegue suportar o cheiro...

bjinhos

Consuetudo disse...

Para se extraír algo de valioso, não há dúvida que se deve atender ao que não é agradável, ao negativo, ao que é aparentemente, desvalioso. Hoje, Rocket, partilhaste aqui dois pensamentos lindos e úteis: - Primeiro, que do Caos, brotam, resultam, coisas maravilhosas. Segundo, o caso concreto, pessoal, que usaste para ilustrar a metáfora adoptada na explicação da afirmação, ou seja, a do nascimento do ser humano. E claro, tens toda a razão, és um progenitor babado e baboso!
Eu agarrei estes dois "brincos de diamante", da ... aparente indiferença de um gato à pestilencia do seu dono. Incrível demonstração do Princípio proclamado.
Abraço.

Rocket disse...

consuetudo

já que se fala em diamantes...poucas são as coisas de de tamanho valor que nascem de tanta torpeza e sofrimento...

este poema, quase um ready made, ilustra o que eu entendo como simplicidade: algo reduzido com um poder imenso, como um buraco negro no espaço...

abraço

Maria Manuela disse...

Meu foguete lindo,

isto é trabalho para um Psi....

beijos

Rocket disse...

MM

ninguém insulta tão docemente como tu, bonequinha...

beijos

Helluah disse...

a pensar no meu comentário?

me-do???

Helluah disse...

Depois de ter lido a biografia do sr... ocorre-me " estilo violento e despudorado de sua linguagem"... revelar-se depois dos 40 anos... gostar de Dostoiévski... hmmm... cheio de odio, raiva, rancor pelo mundo que o alienou por ser diferente?

vou continuar as buscar... a ver se me ilumino

Rocket disse...

helluah

não tenhas me-do...

só achei graça ao escrever bem... este senhor escreve bem...

vê lá... se és impressionável, depois não dormes...

beijinhos do papá...

Helluah disse...

bem, não sou moça de me impressionar, se bem que já tive que fechar um livro porque me estava a acagaçar toda com o desenlace das história...


claro, isto dito de alguém que passou o filme "este país não é para velhos" agarrada ao coração e a deslizar pela cadeira abaixo com ataques de ansiedade....


mas, não... não sou impressionavel... se há coisa q me orgulho é de nunca ter chorado a ver o bambi!:P

cumps papá!