quarta-feira, 2 de julho de 2008

demoncratic

Churchill afirmava que, para questionar a democracia, bastava conversar durante cinco minutos com um eleitor qualquer.
Nos Estados Unidos cinco segundos bastavam...
Conheçam quem elege o homem mais poderoso do planeta...

38 comentários:

Patti disse...

Já conhecia estas entrevistas. O povo americano tem a fama de não ser lá muito culto em relação ao mundo que os rodeia. Mas n se pode generalizar.
Mas que O elegeram dois mandatos seguidos ...dessa culpa ninguém os livra!
Quanto à democracia, que eu associo, por exemplo, à liberdade de expressão, quando chega a altura de dizeres aquilo que pensas e se tens o azar de entrar em choque com o outro, acabou-se logo a tua liberdade. És crucificado. Ainda me aconteceu isso, noutro dia.
Enfim.....parece que uns vão dançando conforme a música.
E outros não.

Safira disse...

Bom, assim já se percebe melhor como é que o Bush conseguiu o lugar. Claro que se tivesse ganho o Al Gore, como era suposto antes de trafulharem as urnas (eu cá acho um escândalo o que aconteceu, mesmo se não foi com trafulhice), a probabilidade de 75% da nação não entender nada de um discurso à nação era elevada. Assim, com um idiota no comando, os outros idiotas sentem-se muito mais confortáveis. Por outro lado, se o Bush não tivesse sido eleito, perderíamos as suas deliciosas gaffes e o mundo seria um lugar muito menos hilariante...

plexu disse...

Ouch! Até dói ver tanta burrice junta.

Na verdade estes são os principais responsáveis pela eleição do homem mais poderoso do mundo, mas não terá também a Europa uma grande responsabilidade ao deixar-se degenerar culturalmente numa americanização a pretexto da globalização? Talvez já não seja assim tão evidente, por fazer parte das nossas rotinas o filme americano, os blue jeans, o american top 40, os Burger Kings e os McDonalds, os aplausos com uivos, os bonés de baseball e os ténis de basketball, as pipocas no cinema e ainda os fucks no meio das nossa frases faladas em línguas alienígenas aos ouvidos do povo que só sai de casa para largar trotil pelo planeta fora e nunca, mas nunca para viajar, conhecer e aprender com as outras culturas. Claro está que nem tudo é mau na América, e pelo outro lado da Europa já vão chegando os chineses.

Abraço

Peach disse...

ahahahhah

Está demais! Eu gostei daquele que invade o mundo todo! Ah, e aquele que disse que nunca tinha reparado que a Coreia do Norte era assim tão grande... pudera, estava a apontar para a Austrália!

Estes Vox Pop são excelentes!
mas sabes... já vi portugueses fazerem o mesmo :X

Consuetudo disse...

É natural, quando vemos o "BUSH: The 10 most stupid moments of his life", compreendemos todos porque razão 5 segundos são suficientes.
Grande abraço, amigo.

miguelpontocom disse...

Acho que nós ainda conseguimos ser mais estúpidos.

Ele perguntam ás pessoas na rua qual o país que vão invadir a seguir, nós por cá perguntamos qual é o país que nos vai invadir a seguir.

Gata Verde disse...

São totalmente DAHHHHHHH!!!

;)

Rocket disse...

patti

desde muito novo que tenho uma noção de democracia parecida com a do churchill.
quando apanhava o autocarro e ouvia as conversas dos eleitores em altura de eleições tinha uma sensação análoga...
a liberdade de expressão é um ingrediente, mas também ela é condicionada, e cada vez mais. trabalho em comunicação, como sabes, e agora não e o lápis azul, mas a mão que alimenta que não se pode morder, claro...

Rocket disse...

safira

o que queres dizer, trocado para mp3, é que cada qual tem aquilo que merece... parece-me que tens razão...

as gaffes do bush são um must deste pricípio de milénio...

Rocket disse...

plexu

ui os chineses... aí é que vai haver choro e ranger de dentes...
nós europeus temos uma oportunidade dourada. a de nos tornarmos uma potência global.
mas a europa está velha, cansada de si própria e é por isso que foi atraída pela juventude cultural dos states... quanto à europa, só mesmo quando aparecer algo que a acorde do marasmo, como aquilo que referes, uma maré de gente que trabalha a vinte e cinco tostões e constrói bmws a metade do preço...

Rafeiro Perfumado disse...

Existe democracia nos EUA? Eu se fosse a Europa (pronto, o poder na Europa) mandava observadores para as próximas eleições nos States, só para ver se não havia fraudes...

Rocket disse...

peach

tu ris-te, mas...

já tinha visto isto em mails recebidos, e até noutro blog, mas apenas como curiosidade cómica.
serviu para transmitir a minha preocupação em relação à democracia e a outras coisas...

...é para verter uma lágrima...

e os tugas,,,ui

Rocket disse...

consuetudo

esse top ten levou meses de triagem e semanas de escolha...mais que o do casting dos morangos...

abração, amigo

Rocket disse...

miguelpontocom

a invasão no mundo ocidental dispensa as armas...basta comprar acções ou alugar espaços na zona mais cara de lisboa...
tenho duas lojas de chineses aqui ao pé, uma na 5 de out e outra na elias garcia que eram antigas garagens... vê só o espaço...

Rocket disse...

gata verde

até os meus gatos sabem onde fica a coreia...daaaaah

bjinhos miaus

Kikas disse...

E ainda se acham os maiores do mundo... maiores BURROS, sim! Continuam a actuar como se fossem imunes a tudo, esquecem-se é de que são dos 1ºs a ir ao ar com o degelo dos pólos!

Ah ah ah, era bem feito! Iam servir de alimento aos peixinhos :-DD
Ou então não... os peixes só comem coisas orgânicas e eles são uma cambada de McDonald's com pernas :-DD

Rocket disse...

rafeiro perfumado

a democracia nos estados unidos é um negócio.
não existem políticas, apenas interesses. quem paga umas eleições depois quer o retorno. é como apostar em cavalos, um desporto muito popular lá...
mas tu sabes isso...

Rocket disse...

kikas

LOLLLLL

mcdonalds com pernas LOLLL


beijinhos cavalinhos

vita disse...

Sim..eles até podem escolher o país que vão invadir... é tudo muito democrático e depois querem recompensas pela "democracia"..é um negócio bom..enfim


Beijos invadidos ternura

Sorrisos em Alta disse...

E é de estranhar?
O que está lá agora, não é mais inteligente que os do vídeo...
(peço desculpa, se ofendi os entrevistados)

Abraço

Rocket disse...

vitinha

o mapa mundo para os américas é um menu...traga-me a carta por favor...o que vale é que eles não sabem onde fica portugal...ainda invadem a islândia..LOL

bjinhos invasores

Rocket disse...

sorrisos

LLLLLLLLLLOOOOLLLLLLLLL

TENS TODA A RAZÃO, CUM CACETE!

abração

ps. e agora como é que voto?

LeniB disse...

muito pouco se pode esperar dum povo com tão poucos séculos de história...se acaso a têm...
aquilo é um verdadeiro melting pot.

Rocket disse...

lenib

é verdade...mas são eles que mandam nisto. o dow jones é donde? ... ah pois é...

Peach disse...

bolas tb não posso rir :X

claro que é pra rir... achas que só nos estados unidos é que há gente assim? Eu, já fiz vox pop´s destes e acredita em mim... que não fazem muita diferença.

penso que a estupidez é um mal, que afecta o mundo inteiro, e não só o estados unidos.

pior que a burrice, só mesmo a crueldade... e pra isso, tens vários exemplos pelo mundo inteiro onde não são sequer respeitados os direitos humanos.China é o caso mais flagrante.

Mesmo assim o estados unidos ainda é o país mais poderoso do mundo... e por algum motivo o é... o que não se entende é como escolhem aquele "rabanete" para presidente.

Tenho esta discussão com muita gente... e sim, gosto dos estados unidos, talvez pk tenha nascido num país de expressão inglesa, muito semelhante aos states.

kiss

Rocket disse...

peach

eu também gosto dos estados unidos, e acredito que aquele vox pop tenha tido um grande trabalho de triagem e montagem...
e cá, nem falar... basta ouvir as conversas das pessoas em qualquer lado... prefiro muitas vezes o miar dos meus gatos... pelo menos é uma inteligência mais objectiva, eh eh

a crueldade tem muito que se lhe diga... e tem um começo, sim, com o atropelo dos direitos humanos... a china é um país muito antigo, foi o berço, o esboço daquilo que se tornaria a civilização, e durante a sua história ela mesma foi vítima. dos mongóis, dos japoneses... de si mesma, porque existem várias chinas no mesmo território...
fala-se agora da china por causa do tibete, mas durante a revolução cultural maozedong matou mais gente à fome que a que morreu em número na 1ª guerra mundial...

e o próprio tibete não está isento, um país tem a obrigação de possuir uma política de defesa, ou uma de alianças que substitua essa...admiro o dalai lama, naturalmente, mas a espiritualidade não é, nem nunca foi, garante de defesa de soberania...

o tibete estava protegido pela geografia...nada mais...

Peach disse...

Rocket

A china nunca em tempo algum respeitou os direitos humanos, e não tem nada a ver com o Tibet... é na pr´pria China. E se formos buscar então a história mundial, é uma desgraça.

Alemanha, União Soviética, Europa do Leste, Africa... enfim.

Mas ok, não vale a pena discutirmos por causa da burrice dos norte americanos :)))

Rocket disse...

peach

o conceito "direitos humanos" é algo difícil de entender para muitos cidadãos deste planeta...
existem sítios, e alguns bem perto de nós, em que a vida humana vale menos que uma lata de coca-cola...

vivemos num paraíso, mesmo com tudo o que nos fortemente aflige...

bjinhos

Coragem disse...

Santa Ignorancia, imagino a serem entrevistados os portugueses...

Bem pior :)

eheheh faz-me lembrar uma entrevista há uns tempos, cá.

Se o senhor tivesse um filho heterosexual o que fazia?

Ah e tal não sei tentava compreender o moço, é para isso que os Pais servem, né?

Enfim, tudo uma questão geográfica... no cerebro.

Beijo

Rocket disse...

coragem

ah ah ah ah ah ah ah

e é esta malta que vota e que decide o nosso futuro...diria que o people tem o que merece...

beijinhos

Borboleta disse...

Acho que eles são apenas limitados de desenvolvimento cerebral em termos geográficos (e não só)...o mundo...ah é a américa...

Pronto, não se pode ser perfeito assim como nós...quer dizer...nós os tugas em geral, podemos não fazer figuras tão tristes, mas ainda nos falta um bocadinho assim, para começarmos a votar como deve de ser ou a fazer algo para que as coisas andem para a frente ;o)

Mas também já existe quem faça por isso e que seja bem menos limitado (já não nos falta aquele bocadinho assim)

Beijinhos

Rocket disse...

borboleta

para fazer andar isto para a frente é preciso pessoas e não gente... o pessoal desleixa-se, deixa de pensar e não é só lá, é em todo o mundo. aqui também. depois, que não pensa não sabe escolher...

bjinhos

Tá-se bem! disse...

Ya parecem tugas a falar amaricano! C'um catano! Isto não tem piada... Loool :p

Abraço :)

Rocket disse...

tá-se bem!

gajos e gajas assim a gente jé os tem... e são doutores!


abração

Helluah disse...

uma das muitas situaçoes reais com americanos:

Portugal? where is that? Africa?

aH, Europe, so, where is the capital of europe?

Whos the European president?

Is Blair the Europes first minister?

é melhor nem me alongar mais... eheheh

Rocket disse...

helluah

aqui a malta então...é pra esquecer. o que vale é que não têm que eleger o homem mais poderoso do mundo, senão ainda ia lá parar um dos merceeiros que aparecem nos telejornais... pior co gajo que queria invadir o brasil e o canadá...

lilipat2008 disse...

Sabes que o problema dos States é que as eleições são durante a semana e só os reformados, ricos ou que não têm mais nada para fazer é que votam...os trabalhadores, que lutam pela vida não estão para faltar ao trabalho para votar...se as eleições fossem ao Domingo como na maioria dos países os resultados seriam diferentes...
Por isso é que eu digo que o presidente americano deveria ser votado por todo o mundo...se assim fosse, o Bush nunca teria ganho...

E Viva o Obama...a ver vamos como isto corre este ano...

bjitos

Rocket disse...

lillipat2008

votado por todo o mundo...interessante.
lê o "diabo é um gajo porreiro", de junho aqui neste blog...

bjinhos