quarta-feira, 15 de outubro de 2008

detesto MESMO ter razão

Portugal é o país da Europa onde mais se trabalha e menos se produz. Sabem porquê? Porque se desconhece o segredo do trabalho em equipa. Em Portugal não se trabalha em equipa, trabalha-se em turba. E sabem porquê? Porque se desconhece o segredo da liderança. E sabem qual é? Liderar é a capacidade de transformar a visão em realidade.
Scolari referia-se aos jogadores da selecção, dum país que não era o dele, como... ''os meus meninos''. Como eu o compreendo...
Era um líder.
Contaram-me aqui que quando o Cristiano Ronaldo se referiu ao seu treinador, disse algo do género...''aqui o Carlos...''
Acho que isto explica tudo.

O país está uma merda. E sabem porquê? Porque quem o supostamente lidera não tem um objectivo à dimensão de um povo. Não procura a grandeza. Procura apenas reduzir o défice. É esse o mísero objectivo de José Sócrates. E para o cumprir, ataca um povo que não produz riqueza, metendo a mão no bolso do mesmo tirando-lhe o pouco que tem, quando o seu primordial objectivo deveria ser gerar situações criadoras de riqueza, para depois a colher...
Ouvi alguém afirmar que Portugal poderia estar ali a noite toda e nunca marcaria um golo. Eu também acho, só que não se trata da noite toda, trata-se de gerações inteiras, ad continuum, a tentar marcar um golo.
Com líderes destes, nunca o conseguirão. Scolari não era um melhor técnico, era apenas um melhor homem. Ou pelo menos era isso que transmitia...pois seguiam-no. Sócrates não é seguido, é apenas um mal menor. Será que é isto que merecemos?
Num país sem um projecto, a arrastar-se miserávelmente na cauda de tudo, havia porém algo que ainda lhe dava algum alento. Eram aqueles miúdos. A que alguém devia ter considerado entretanto como ''os seus meninos''. Mas isso não aconteceu.
Não chamem nomes aos rapazes, Não mencionem os seus ordenados milionários. O futebol é um desporto de equipa. E uma equipa tem de ter alguém que a lidere. Que a faça acreditar. Que a informe inequivocamente que é melhor que as outras.

Estou a pensar seriamente em depositar os meus ganhos em qualquer outro sítio que não Portugal, lugar tornado miserável. Lamento que isto vos possa soar demasiado violento, mas para quem realmente o vê de fora... é o que sente.

Detesto MESMO ter razão.

CARREGAR NOS LINKS DA LINHA DE CIMA
.

58 comentários:

Sandra disse...

:))

se detestas tanto ter razão é simples, n tenhas ;))))))))))))

calma mecinho, num tirrites :)

xinhinhus pa tu da lua

pinguim disse...

Este post coloca, e com muito interesse, o paralelismo entre o nosso futebol, a nível de selecção, e o nosso país, no sentido de país à deriva.
Concordo contigo e Carlos Queiroz nunca será um líder, como Sócrates e os seus antecessores não o são ou foram, politicamente; falta-lhes carisma...
Mas ontem e voltando ao futebol, houve algo que me revoltou, particularmente: foi ver alguns jogadores, que armados em "prima donas", com salários escandalosos, se permitem, desonrar a sua, e nossa selecção, como por exemplo Quaresma e principalmente C. Ronaldo; há um momento em que se mostra à evidência que C.Ronaldo pode ser muito bom jogador e é, mas como pessoa não tem nível nenhum: quando, não controla infantilmente uma bola e a deixa sair das 4 linhas e algum público assobia (e que bom público, foi o de Braga), ele volta-se com ar desafiador para esse mesmo público, como que agastado com a justa assobiadela; mesmo no cenário internacional, C.Ronaldo está catalogado como um simulador de faltas e por essa razão, muitos árbitros não marcam faltas que às vezes até existem...
Enfim, ontem foi um dia mau demais para o futebol português e mais um dia mau para Portugal.
Abraço.

Parisiense disse...

Concordo contigo......eu como contabilista que sou quando tento fazer algumas contas aos meus colegas e demonstra-lhes que produtividade é sinonimo de riqueza e que trabalhar em grupo é sinónimo de produtividade (em vez de perderem tempo a criticar o que faz a colega do lado).....dizem-me que eu tenho ideias de "ex-emigrante" e que não são escravas do trabalho.
Por isso, lindo, desisti....
Tudo o que interessa é feriados e quando se fala em lutar pelos seus direitos.....a resposta é "Os outros já vão fazer greve por nós".....
Por isso desisti.

Concordo contigo, infelizmente.

Beijokitas

Tretoso Mor disse...

Rocket,

Já te questionaste se o objectivo do Sócrates e outros que tais, é o de liderar um país?....

Para mim, é ter um tacho e garantir muiiiiiito bem o futuro pessoal.

Sou duro, mas acredita que nas minhas lides da consultoria de gestão, encontrei muitos gajos em empresas privadas e organismos públicos, inteligentes e com capacidade de liderança, mas que aplicavam a inteligência em delinear planos de acção (não estratégias), para no curto prazo garantirem os objectivos pessoais.

Podes passar do plano político para o empresarial e da Administração Pública, que a merda é a mesma.

Se eu te contasse "cenas" que me propõem e a que assisto!... ai, ai...

Mas com este feitio, acho que qualquer dia, tamém tenho de "basar" daqui para fora.

Um gandabraço.

DALAPA disse...

Mas não há ninguem emergente, livre de preconceitos e com a ambição de nos por lá em cima, que apenas não pense em manter os SENHORES da europa e do resto do mundo influente agradados com o nosso "sim senhor".......
Realmente quando a equipa funciona o nivel torna-se tão elevado que esta se torna imbativel, todos se motivam e os resultados encadeiam-se em sucessos...

Como dizes e muito bem a nossa seleção é um reflexo de um pais, sem ambição e com uma estratégia sem planos, resumida aos numeros imediatos........

Carisma e ambição sem interesse....

Já não existe ninguem assim, ou então desaparece rápidamente.....

xi

lilipat2008 disse...

E eu detesto que tu tenhas razão, pelo menos neste tema...:S
Ontem estavam tão morninhos e preguiçosos...enfim...nem pareciam os stars mundiais que dizem que são...só visto, acho que contado ninguém acredita...

bjs

Pearl disse...

O paralelismo aplica-se, se é violento!? é mas verdadeiro!

Beijo no ombro!

Canuca disse...

Na volta devíamos emigrar todos para Angola?!? n? que achas Rocket? já que isto está tão mau e é uma merda, na volta vamos todos embora em vez de tentar melhorar algo...

Bjo

Moon_T disse...

lendo este post é com muita pena que mantenho a minha linha de pensamento.
O futebol tem demasiado peso nas mentes portuguesas.

Temos a economia à beira do colapso graças a erros constantes e sistematicos dos nossos pseudo-governantes, doutorados e diplomados em ciencias sabe-se lá do quê, que apregoam tudo e mais alguma coisa, fazem calculos ridiculos sobre fundos e lucros inexistentes num país que pela pequena dimensão que tem deveria ser a coisa mais simples de "gerir".
Afundam-se em dividas com UE, envolvem-se em debates sem fim sobre aeroportos quando nem verba há para o construir. insistem num TGV em simultaneo com o dito aeroporto... mais dividas e "investimentos a longo prazo" como lhe chamam quando a recessão e o genocidio economico de um pais inteiro se está a dar agora e nem querem saber disso.

Depois temos o povo. Pessoas indignadas com a politica mas apenas durante uma hora (ou quanto tempo demorar o telejornal) fazem comentarios irónicos e passageiros ao lerem as gordas nos jornais e dizem-se revoltados mas agora o futebol... esse prevalece.
Nao condeno os ridiculos ordenados dos jogadores nem as más exibiçoes, para que preocuparem-se? os estádios enchem a 50€ o bilhete!
A economia de rastos e enquanto dao as noticias todos se preocupem ou fingem entender que estamos mesmo a ficar na merda, mas rapidamente sao silenciados quando se fala de futebol.
em suma : falam do estado triste deste pais durante o telejornal, mas falam toda a semana dos pobres resultados da selecçao...

Parece-me a mim que há aqui qualquer coisa errado... mas devo mesmo ser só eu que penso assim.



Apesar de tudo Rocket, gostei do post

vita disse...

Oh ternurinha, tu sabes que gosto de ti, sabes que até acho que tens razão em muita coisa, mas porra, eu vivo em Portugal e adoro o meus País, não vou imigrar,vou tentar sim ser diferente nas opções de vida, tentar melhorar a apatia onde vivemos, nem todos podemos imigrar, e nem todos achamos que o País é uma merda, apesar de muito mau é o meu País e é onde quero viver.

Portanto desculpa ternura, não fico escandalizada com a tua opinião, mas não a acho muito correcta, pois eu tenho e quero ter esperança por um futuro melhor.

Beijo doce meu

miriamdomar disse...

Tu detestas ter razão e nós que aqui estamos , detestamos comprovar que tu, tens toda a razão do mundo!
Não lamentes que possa soar violento!Só era de lamentar, se realmente, não pensasses como pensas!
É a realidade portuguesa ,muito bem comparada a um jogo de futebol!
Para os governantes , governar é um jogo de interesses!
Para a maioria dos portugueses,o que realmente interessa, é viver o dia de hoje ,porque amanhã é outro dia! É aguentar e esperar que o jogo acabe!E que consiga pelo menos, "meter alguns golos", para não fazer má figura!
Beijos

Carla disse...

e eu dou-te toda a razão...não diria o que penso melhor do que tu o fizeste por isso assino por baixo
beijos

Zabour disse...

Eu gostava de descobrir o sitio onde os senhores k falavam mal do "brasileiro" estão de cabeça enterrada, de vergonha, para lhes ir dar uns pontapés no rabo.É k lá por eles não gostarem de ter uma equipa k somava vitórias não ker dizer k aki a malta não gostasse. Agora já estão felizes, parvalhões...

Bjokas

(in)confessada disse...

e eu, neste contexto, detesto concordar contigo

D.Antónia Ferreirinha disse...

Relembrando os postes anteriores, confirmo tudo o que aqui escreves e detesto que tu, neste caso, tenhas razão. Beijinhos, bués.

Safira disse...

Já eu acho que o teu post vai muito para além do futebol que, bem vistas as coisas, é uma coisinha de somenos interesse. E atenção: eu adoro futebol, como sabes.
A questão da liderança é um tema que me toca fundo. Alguém disse uma vez 'posso enfrentar todos os comos, se tiver um porquê'. Eu tenho visto muito pouca gente de visão ou capaz de motivar uma equipa. Eu já o fiz, e tenho saudades do tempo em que a 'minha' malta não deixava um projecto até ele estar concluído e vinha trabalhar ao fds por espírito de missão. Claro que eu era a primeira a chegar; daí a diferença para com os meus colegas chefias que 'mandavam' os pobres trabalhar e apareciam ao fim do dia para ver quem lá estava. Execráveis criaturas que confundem o gerir pelo terror com liderança. Os meus meninos nunca precisaram de ser 'mandados' e orgulho-me disso à brava.
Bons tempos em que a malta vibrava e vestia a camisola. Hoje visto, mas é a minha camisola. A camisola do brio. PAra além disso, não vou. Não tenho paixão, não tenho líder. Não se fazem omeletes sem ovos...

A selecção também anda assim...têm o potencial, mas não quem saiba puxar por ele.

Beijos
PS: dou a mão à palmatória e retiro a semi defesa que fiz ao CQ no teu poste premonitório. Raça do homem, pá!

blueminerva disse...

Antes de mais, permite-me que faça uma observação. Portugal é de facto o país da Europa onde mais se trabalha e menos se produz, mas também é verdade que Portugal é o país da Europa com salários mais miseráveis. Ora, se não somos reconhecidos/recompensados devidamente pelo trabalho, também não me parece que não haja grande motivação para produzir. Porque se eu auferir €1000 aos invés de €500, tenho muitíssimo mais vontade de produzir. Não explica na totalidade a falta de produção, mas não ajuda, não é?
Quanto ao Scolari, acho que tinha falhas do ponto de cariz táctico e, na minha opinião, não escolhia por vezes os atletas que melhor produziam, caso do guarda-redes é flagrante. Porém, Scolari teve o mérito de formar uma Equipa, com E grande. Queiroz tem de ter o mérito de melhorar essa Equipa e não criar uma equipa do zero, que pensa que possa ser melhor.
Quando Scolari anunciou a retirada, apontei logo um nome: Guus Hiddink. Sabe de futebol como poucos e todas as equipas que treina produzem, quer a nível de equipa, quer a nível de selecção. Tem obra feita. Quando se anunciou Carlos Queiroz tive receio de ver a equipa de todos nós regredir e regressar a um passado nada saudoso, onde a calculadora estava sempre perto do coração. Lamento o que esteja a acontecer, mas ainda acredito que possa ser possível.
Só mais uma nota, a ausência de Carlos Queiroz na flash interview é bem reveladora da cobardia do mister. Scolari, com todos os defeitos, ao menos tinha-os no sítio.


beijocas

By myself disse...

De facto é de fora que se notam mais os defeitos. Basta o sempre eficaz termo de comparação.

Esperemos que isto melhor...senão, emigro!

Bjs

Rocket disse...

sandra

já me disseram isso...não posso controlar the shinning...

xinhinhus

Rocket disse...

pinguim

´´Não chamem nomes aos rapazes, Não mencionem os seus ordenados milionários. O futebol é um desporto de equipa. E uma equipa tem de ter alguém que a lidere. Que a faça acreditar. Que a informe inequivocamente que é melhor que as outras.´´´

liderança, meu caro, é o factor que dirige um navio, sem ela é a morte da tripulação...

por isso é q o líder em circunstâncias de vida ou morte possui um cunho quase sacro

abração

Rocket disse...

parisiense

eu leio-te e sinto-me tão longe de tudo isso...felizmente. se aí as pessoas soubessem o que um funcionário médio tem de passar para chegar ao trabalho...com um sorriso...

beijinhos

Rocket disse...

tretoso mor

compreendo-te. se eles soubessem que o verdadeiro poder é alargar o mais possível o nosso circulo de influència e que o resto vem por acréscimo, muitos deles seriam ainda mais prósperos e a realidade portuguesa seria muito melhor. é uma questão cultural que devia ter cunho prioritário a nível de formação.

um grande abraço

Rocket disse...

dalapa

pessoas boas e de trabalho existem aos milhares mas são tolhidas pela filosofia do low profile e do xico esperto... da não responsabilização. do medo.

abração

Rocket disse...

lilipat2008

falta de orientação dá nisto...

um beijinho

Rocket disse...

anuquinha

eu não escrevo nada aqui sobre emigração. o tema é liderança... mas já que falas nisso, dei vinte anos da minha vida profissional a esse país. muitas das revistas que são líderes de mercado e alguns dos jornais têm o meu cunho. digamos que a minha filha se orgulha já da obra do seu pai nessa sociedade. mas sinto um travo amargo. sinto que isso chegou a um ponto bera, muito bera, e que não sáo os indivíduos como tu ou eu que fazem a dierença. um voto não é nada...

é necessária liderança, orientação. o jogo disso +e reflexo

beijinho na nuca

Rocket disse...

moon_t

não és só tu que reflectes assim. embora eu entenda o porquê. o desporto sempre foi um factor de aglutinação e moralização. é coisa da sociologia...

...e com raízes tribais e totémicas...

abração

Rocket disse...

vitinha

por muito que eu gostasse de ter ver por aqui, isto não é um apelo à emigração, este post. é exactamente sobre o problema que é existirem pessoas como tu cheias de vontade de marcar golos, e sem a possiblidade de tal por uma falta de política de baliza, sem objectivos grandes como mereces.
hum...tu e a canuquinha...eu saco-vos o messenger quando for aí...lol

beijo meu doce, adoro essa cabecinha

vita disse...

loool

Oh ternurinha, eu ainda vou marcando uns golos...looool

Aproveito para me corrigir, pois emigrar é com e mesmo..loool

Outro msn querido? o que fizeste ao que te dei..loool

Beijo doce meu

Canuca disse...

Sacas-me o msn? n precisas...eu já te dei um em tempos lol e n tenho mais nenhum lol.

Mas eu percebo, são tantos que já n sabes quem é quem lolol ;).

Bjos

AP disse...

"Gerir é fazer as coisas bem, liderar é fazer as coisas certas." Peter Drucker

Em Portugal não há uma coisa, nem outra...

Rocket disse...

miriamdomar

nos estados unidos as pequenas e médias empresas são o âmago da economia, logo são acarinhadas. em portugal são sugadas e depois pisadas como escaravelhos...

beijinhos

Rocket disse...

carla

detesto ter razão...

...enfim

beijinhos

Rocket disse...

zabour

para ser seleccionador nem seqer é necessário saber mais futebol que os jogadores. mas sim ter ascendente sobre eles...


beijinhos

Rocket disse...

(in)confessada

compreendo-te muito bem


beijinhos

Rocket disse...

toyinha

adoro ter razão quando se trata de coisas fixes, tipo loiras e tal lol

beijinhos bués, amiga

Rocket disse...

sapphire

eu chego sempre primero e estou sempre à frente dos acontecimentos. ''chora no dojo e ri-te no campo de batalha'' é uma máxima samurai que sigo e faço seguir, além do entusiasmo em atingir objectivos... em portugal o que prepondera é o cinzentismo...enfim.

um bjinhauuuu grande

Rocket disse...

blue

o motivo da falta de produtividade está explicado no princípio do post.

scolari era um líder, logo alguém capaz de transmitir objectivos. os jogadores são bons profissionais que jogam em equipa. numa equipa a liderança é fundamental.
o gus hiddink era uma boa escolha como te afirmei anteriormente...

beijos, sereia

Rocket disse...

by myself

de nfacto, não imaginas a sensação de assistir a cada um dos telejornais, quando se está fora do país...parece um pesadelo, aquilo a que se assiste...depois a bola...

nem falar

bjos

Rocket disse...

vitinha

tens de jogar na selecção, meu doce..lol

beijos grandes

Rocket disse...

canuquinha

ai o msnenezinho...tenho de te apanhar nele, borracho

bjinhos

Rocket disse...

ap

e é isso que trama país...essa falta de cultura de liderança. o exemplo vem de cima.

abraço

Maldonado disse...

Gostei da acutilância da tua análise. :D
De facto o atraso económico do nosso país não se deve só aos políticos, mas também à visão dos nossos empresários.
O nosso capitalismo azeiteiro produz empresários semi-analfabetos que só pensam em enriquecer num ápice. Aliás, os seus princípios resumem-se a isto: ter uma empresa com meia dúzia de assalariados pagos com baixos salários a fazer o trabalho de milhares, sob coacção moral e sem qualquer motivação, e com maquinaria o mais básica possível. Quando essa empresa começa a ter lucro, o mesmo não é reinvestido, apenas é gasto em ostentação pessoal (p. ex. comprar um Ferrari ou uma moradia de luxo na Quinta do Lago). Obviamente que a empresa acaba por fechar, com as consequências sociais que daí advêm...
O capitalismo azeiteiro português é um resquício da antiga exploração colonial. Há empresários que ainda pensam que são capatazes e que a sua empresa é uma fazenda de algodão...
Enfim, poderia dizer muito mais, mas fico por aqui...
Um dia desses, quando estiver inspirado, hei-de fazer um post sobre os nossos empresários...

Coragem disse...

Mesmo do lado de dentro, sinto-o de igual forma...

Grande texto, visão clara e explicita de toda a situação.

Beijo miudo

Tá-se bem! disse...

Rocket my friend :) detestas mas tens!

Mas também te digo, infelizmente não é só a visão de quem está fora.. quem vê de dentro (e tem oportunidade) pensa exactamente o mesmo! Se é mau? é mesmo muito mau!

Misérias à parte, onde andas?? A trabalhar a sério, tá visto! LooooL

Abração :)

Violeta disse...

Umas vezes temos razão, outras não... futebol á parte isto vai uma merda.

O Pinoka disse...

E não é que tens mesmo razão?!

Abraço e bom fim de semana

Rocket disse...

maldonado

o nosso país, mais que atrasado económicamente, está a regredir, ainda por cima. nos hospitais começam já a sentir-se os efeitos de tudo o que de mau se encontra presente na falta de ethos de quem manda. nem agulhas existem...
ethos, pathos, logos.
ser bom, fazer parte, usar a cabeça.
apenas o último se encontra presente no processo. e para benefíco próprio, como bem explicas.

abração

Rocket disse...

coragem

na verdade, quando o escrevi tinha assistido a um telejornal e depois ao jogo...tu não imaginas o que se sente quando se vê de fora... se todos estivessem aqui isto ia dar muito mau resultado...

bejus moça

Rocket disse...

tá-se bem!

e tu não vives nas cidades, onde mais se sente, né?
se todos estivessem de férias, só voltavam para um golpe de estado ou algo do género...

quem escolheu o queirós também governa os nossos destinos.

abração

Rocket disse...

violta

vai mesmo, infelizmente... e agora a desculpa é o mundo finaceiro, muito conveniente...

beijinhos

Rocket disse...

pearl

sorry... e podia ser tudo o que implica liderança. tirando o Âmbito das empresas familiares e dinásticas, o conceito não é acolhido.

beijo na testa

Rocket disse...

o pinoka

man, preferia não ter, né?

abração

miriamdomar disse...

Rocket
Eu sei !
É por isso que muitas vezes me sinto a remar contra a maré!
Mas tenho mesmo de remar !Pois se eu não remasse, ia prejudicar muita gente que precisa de trabalho!
Bom fim de semana
Beijinhos

Rocket disse...

miriamdomar

não é uma questáo só política. é cultural...
continua



beijinhos

Maria Manuela disse...

Por isso é que eu quero sair.... Tirem-me daqui !!!!!!!!!!

beijos, meu anjo!

E adoro o novo look


(estás bem, não estás ????)

Rocket disse...

MM

e tu que conheces bem a coisa...ainda continuas a liderar de forma exemplar ou, alguém de cima, para não ter de te acompanhar em qualidade, dá-te um cunho de desalmada?...vieram-me com essa conversa, mas quando perceberam que os próprios funcionarios de outros departamentos ficavam contagiados pelo entusiasmo dos meus meninos...

quem fez isso era de lisboa...

tudo bem, rainha

saudades

alfabeta disse...

Fiz um post sobre trabalho em equipa e falei da selecção, andas a ler os meus pensamentos?! lol

Rocket disse...

alfabeta

já li... e comentei : )